Gro Brundtland – Desenvolvimento sustentável: como tudo começou

O secretário-geral pediu que eu liderasse uma iniciativa internacional que atendesse ameaças ao meio ambiente, crescimento populacional, pobreza, basicamente tudo ao redor do mundo E eu disse: “Eu sou a líder do partido, eu sou a líder da oposição, na época, como vou fazer?”

Ele disse: “Você é a única ministra do meio ambiente que virou primeira-ministra” Eu entendi, ele estava certo, eu não tinha nenhuma abordagem alternativa para oferecer, então tinha que tentar dar o meu melhor Naquele grupo que eu montei, a comissão que chamamos de Comissão Mundial de Meio Ambiente e Desenvolvimento, eu insisti em que o desenvolvimento tinha que ser tão importante quanto o meio ambiente se quiséssemos ter alguma chance de resolver o desafio do futuro Naquela comissão, indiquei mais da metade dos membros originários de países em desenvolvimento, o que era algo novo Nenhuma comissão internacional fora assim antes

Mas eu sabia que esse era um desafio global e não ocidental ou do Norte Naquele grupo, quando analisamos os problemas mundiais, elaboramos o desenvolvimento sustentável enquanto o conceito que, acreditávamos, cobria a consciência, o futuro e as recomendações que dávamos